banner

Sobre

A Amazônia passa por diversas transformações que exigem o estabelecimento de um novo paradigma produtivo que, ao mesmo tempo, alavanque e dinamize a economia local e garanta a conservação da biodiversidade, o fim do desmatamento e a redução das desigualdades.

Avançar globalmente para uma economia de baixo carbono que diminua a pressão sobre o clima significa passar por uma transição energética que exigirá uma expansão da exploração de minérios estratégicos.

Para avançar e fortalecer as soluções que conciliem o desenvolvimento econômico, a redução das desigualdades e a conservação das florestas e da sociobiodiversidade, o Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM), academia e diferentes setores da economia estarão reunidos em Belém (PA), para a Conferência Internacional Amazônia e Novas Economias.

O evento trará apresentações, debates e exposições de negócios, com a participação de autoridades, especialistas, investidores, organizações e lideranças que têm atuado com o tema na Amazônia.

POR QUE ESSE EVENTO?

O futuro do mundo está ligado ao futuro da Amazônia.

Conservar a biodiversidade e combater o desmatamento depende diretamente de alternativas econômicas para as pessoas que vivem na Amazônia, para sua subsistência e desenvolvimento.

Em sua diversidade, as novas economias (bioeconomia, mercado de carbono e economias circular, solidária, regenerativa e da sociobiodiversidade etc.) representam o caminho para um futuro sustentável da Amazônia, conjugando conservação, desmatamento líquido zero, desenvolvimento e bem-estar social.

OBJETIVOS

    • Apoiar um debate qualificado sobre as novas economias na Amazônia, de forma ampla e irrestrita.

    • Apresentar e debater sobre as possíveis contribuições das indústrias no campo das novas economias.

    • Criar uma rede de articulação e apoio às novas economias na Amazônia, com um novo espaço de interação entre setores e participação de lideranças locais.

    • Contribuir com a elaboração de uma agenda de curto, médio e longo prazo, com vista a promover a integração de ações entre setor público, o setor privado, sociedade civil e comunidades.

    • Fortalecer a aliança Pan-Amazônica no tema.

FICHA TÉCNICA

Data:
em breve

Local: Belém (PA)
Público: especialistas, profissionais de setores vinculados às novas economias, gestores públicos, executivos de empresas, profissionais da sustentabilidade e de ESG, gestores e profissionais de organizações da sociedade civil, comunidades de povos ancestrais e originários, negócios de impacto, cooperativas e associações, academia, imprensa nacional e internacional, público em geral.

Nossa logomarca

A logomarca do Conferência Internacional Amazônia e Novas Economias foi construída pelo artista visual Kambô, um paraense que, desde 2007, desenvolve projetos nas mais diversas mídias.

Seus trabalhos envolvem técnicas como ilustração, pintura, muralismo, fotografia, animação, vídeo mapping e realidade aumentada.

Com uma paleta de cores bem particular, explora elementos visuais do cotidiano e da cultura popular amazônica em obras interativas que mesclam técnicas digitais e analógicas e proporcionam diferentes pontos de experiência e reflexão para o espectador.

Para conhecer e saber mais sobre a obra do artista, visite seu perfil no Instagram: https://www.instagram.com/kambo.art/

logo marca

CONHEÇA BELÉM

imagem

Porta de entrada para a Amazônia, Belém é a capital do estado do Pará, localizado na região Norte do Brasil.

Com 1,5 milhão de habitantes, a cidade se destaca como uma das metrópoles regionais e tem sua história construída ao longo de mais de 400 anos.

Entre seus diferenciais, está o fato de a cidade ser formada por duas partes: uma continental e outra insular, composta por 42 ilhas. Cercada por rios e florestas, Belém também tem como características o calor constante e as chuvas diárias.

Já a culinária da região é uma atração à parte. Reconhecida como Cidade Criativa da Gastronomia pela Unesco, as comidas típicas de Belém contam com ingredientes exóticos e regionais, como os famosos jambu e o tucupi, além do famoso açaí (que no Pará está presente no dia a dia da população como acompanhamento de pratos salgados, inclusive na forma de farofa).

COP-30

Por sua relevância, Belém foi escolhida para sediar, em 2025, a Conferência das Partes da Convenção das Nações Unidas sobre Mudanças de Clima (COP-30), o maior e mais importante evento mundial sobre o clima.

Esta será a primeira vez que o Brasil sediará o encontro que, anualmente, reúne lideranças globais para debater soluções contra o aquecimento global e criar alternativas sustentáveis para a vida na Terra.

LOCAL DO EVENTO

A Conferência Internacional Amazônia e Novas Economias acontecerá no Hangar Convenções & Feiras da Amazônia.
Com uma estrutura sofisticada e multifuncional, o espaço possui toda a estrutura que a Conferência precisa para acolher com conforto todos os participantes, como climatização integral dos espaços, acessibilidade e amplo estacionamento.

Endereço: Av. Dr. Freitas, s/n – Marco, Belém (PA)

 

AGÊNCIA DE TURISMO OFICIAL

Em breve

PATROCINADORES

Master

Platina

Bronze

Energia

Lítio

APOIO

Institucional

Composição Cultural

Companhia Aérea Oficial

Pular para o conteúdo